Comparação Rugby X Scrum
Comparação Rugby X Scrum

Neste artigo, relatarei brevemente a história do Scrum e tudo que você precisa saber para iniciar este framework na sua vida pessoal e profissional.

Você já deve ter ouvido muito sobre o método Scrum, mas você conhece a história deste Framework? No final dos anos 90 muitas empresas estavam sofrendo com as falhas do PMBOK, então dois estudantes de projeto, Takeuchi e Nonaka, escreveram um artigo na Harvard Business Review intitulado de “The New Product Development Game” que quer dizer “O novo jogo de desenvolvimento de novos produtos”.

Neste artigo os dois falavam de como os times deveriam trabalhar e como um time perfeito se assemelha muito a um jogo de Rugby, por isso o nome Scrum, que nada mais é do que um nome de uma jogada dentro do Rugby. Todo o time se junta para repassar a bola e evitar que o adversário pegasse a bola, isto mostra uma grande união e um senso de colaboração entre toda a equipe.

Artigo Scrum e seus escritores
Artigo Scrum e seus escritores Takeuchi e Nonaka

Os estudantes Takeuchi e Nonaka, perceberam que times mais criativos, times que desempenhavam melhor tinha uma certa liberdade para se gerenciar e entender como eles podem trazer mais resultados em relação ao projeto, a mesma coisa que acontecia na jogada Scrum do Rugby.

O principal ponto do artigo foi entender que há muita importância em ter um coach, de um treinador, de alguém que incentive o time a desempenhar melhor, então a figura do Scrum Master surgiu desta necessidade.

Depois que este artigo foi publicado, algumas pessoas de cargos muito importantes nos Estados Unidos, começaram a ter algum tipo de influência em relação a este tipo de conduta no trabalho, e um deles foi Jeff Sutherland que era VB de uma grande empresa de tecnologia e utilizou muito deste artigo para criar esse Framework de Scrum pela primeira vez.

Livro de Jeff Sutherland
Livro de Jeff Sutherland

Então no começo dos anos 2000 ele desenvolveu o primeiro “passo a passo” e os primeiros projetos utilizando o Scrum. Ao mesmo tempo, em Utah, foi feito uma reunião com vários influenciadores, onde discutiram sobre como estava indo o mercado da tecnologia e sobre metodologias consideradas “leves”, para trazer isso para os Estados Unidos, assim este encontro foi chamado de Manifesto Ágil.

Cada influenciador assinou à mão uma carta onde descrevia condutas que eles iriam seguir dali em diante com relação a seu time e aos projetos.

Foram feitas 4 afirmações:
  1. Indivíduos e interações devem ser muito mais importantes do que processos e ferramentas, porque a base do Scrum é manter seu time alinhado, capacitado e muito bem motivado.
  2. Um software funcionando é muito mais importante do que uma documentação falando como ele deve funcionar, ou seja, priorize entregar para seu cliente do modo que ele gostaria e com qualidade, do que a papelada.
  3. A colaboração com seu cliente deve ser muito mais importante do que a negociação, assim não existe aquela desconfiança entre o cliente e a empresa na hora de firmar um contrato.
  4. Responder às mudanças é muito mais importante do que seguir um plano, ou seja, é importante que você se adapte as evoluções, senão ficará para trás.

E assim o Scrum foi implementado nas empresas dos Estados Unidos, e se propagou em todo o mundo.

VER MAIS: Clique aqui e veja um resumo sobre o framework Scrum e entenda porque ele tem sido tão utilizado no mundo corporativo.

Gostou da história do scrum? Gostaria de implementar este framework no seu dia-a-dia? Então se liga neste artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *